Quanto cobrar de cachê?

Quanto cobrar de cachê?

Quanto cobrar

Essa é uma dúvida que assombra tanto artistas que estão iniciando a sua carreira, quanto artistas conceituados que poderiam estar cobrando mais pelo seu trabalho.

Leve sempre em consideração que a forma mais rápida de encontrar uma festa para tocar é criando a sua. Tendo a sua festa, com certeza vai começar a aparecer outros promoters querendo levar o seu trabalho e público para o clube dele.

Via de regra: Nunca toque de graça

Claro que existem exceções:

  • Quando você faz uma permuta (roupa, mensalidade de academia e até bebida);
  • Aniversário de um amigo;
  • Casamento de um amigo;
  • Festa da sua empresa;
  • Aniversário de um promoter que pediu encarecidamente a sua presença;
  • Eventos beneficentes.

Quando algum promoter entra em contato comigo,  eu tendo sempre direcionar para ele fechar o cachê com a agência, se eu sinto que posso acabar perdendo o cliente pois ele quer fechar rápido (no fim das contas no meu caso tudo passa pela agência), eu acabo negociando o valor.

Antes de passar qualquer valor eu faço algumas perguntas:

  • Onde vai ser a festa?
  • O lugar é grande?
  • Quantas pessoas ele está esperando?
  • Quem são os outros DJs que vão se apresentar na mesma noite?
  • Quem são os outros DJs que já tocaram para ele?

Raramente eu cheguei a perguntar, quanto é o valor de entrada mas pode também ser um bom referencial.

Cache

Assim fica mais fácil de imaginar, quanto ele vai ter de receita e quanto ele pode pagar. A ideia de fazer esse levantamento em momento algum tem a pretensão de lesar o contratante, mas sim de encontrar um preço que fique justo e confortável para todos os envolvidos.

Um pergunta que pode ajudar também é: Quanto você está pagando para os outros DJs? …ou quanto você costuma pagar?

Se eu for tocar com um projeto de Live Pa, com o M.I.K.E A/V, acabo fazendo um orçamento diferente.

Posso até pedir um valor relativamente alto como por exemplo: R$5.000,00.

Mas nesse valor incluo:

  • Live Pa do M.I.K.E A/V;
  • DJ set do Ilan;
  • Dj set do Mateus B.;
  • Vj Jim trabalhando como VJ a noite inteira;
  • Vídeos instituicional da festa (para divulgação on-line,  pré-evento);
  • Imagens do Vj Jim, criadas especialmente para o evento (seguindo a identidade da festa ou clube);
  • Cobertura do evento no dgtl.lv/clients/ilankriger/wordpress;
  • Captação e criação de um vídeo promocional do evento (pós evento);
  • Palestas ou workshops com os artistas do projeto;
  • Decoração especial.

Para negociar uma diminuição no valor do cachê, é possível cortar alguns destes itens. No fim das contas com esse pacote inteiro fica barato para o contratante.

Mas qual valor eu peço?

Via de regra o seu cachê não pode ser menor que R$100,00. Em Curitiba, nos clubes ele varia entre R$200,00 e R$750,00 para um artista local.

Como você estipula o valor do seu cachê? Você acha que pode cobrar mais?

Comente sobre este assunto no Google Wave:


.
.
.