13 Comments

  1. Andre

    Ilan, precisa melhorar a gramática aí meu camarada.

    Falta vírgulas no release apresentado, além de frases não serem finalizadas corretamente (leia-se com ponto, para começar uma nova frase).

    Isso também faz diferença, porque tira o sentido do texto e a pessoa tem que re-ler pra poder interpretar corretamente..

    Fica a dica ;)

  2. Andre

    O Webbep traz para os palcos a mistura ideal entre as batidas ritmadas da música eletrônica com a interação de um músico, fazendo a sua performance ao vivo (vocais, sintetizadores e percussão). A dupla apresenta versões exclusivas e produções próprias, tocadas ao vivo [*esse segundo ao vivo tá repetitivo. troque por outra coisa com o mesmo siginificado*].

    O projeto é formado por Ilan Kriger, que tem mais de 10 anos de experiência como DJ e produtor musical. Ilan já se apresentou nas principais casas noturnas do Brasil, além de ser sócio fundador da AIMEC, a maior rede de escolas de DJs do Brasil. A outra metade é o multi-facetado e multi-instrumentista James Feeler, que comanda a premiada Jamute Áudio. James também conta com uma grande experiência, já tendo se apresentado ao lado do Life is a Loop e também com diversas bandas.

    O Webbep utiliza a mais alta tecnologia em softwares e hardwares para fazer suas apresentações, que unem música acústica e música eletrônica.

    O que você está esperando para transformar sua festa?

  3. Concordo em gênero, numero e grau. Release é uma coisa série e a gnt acaba vendo mta coisa ruim por aí. Com essas dicas dá para ter uma noção mto boa, ou pelo menos uma base para começar.

    Abs,
    Regis B. – SoundShiver.com

  4. Rafael Lopes

    Muito legal Ilan,parabéns pelo release. Eu sou suspeito falar pois além de trabalhar com musica eletronica e trilhas sonora sou publicitário, só acho que essa questão da pergunta no fim do release ou do texto não é tão necessaria, mas se realmente bem usada é ótimo sim.Além dessa teoria do elevador existem muitas outras e eu acho que o dj, ou qualquer pessoa que venda um serviço ou produlto devia seguir o seu exemplo e realmente pesquisar sobre publicidade.

  5. Uma ótima iniciativa de um artista que pensa coletivo.
    Nunca o vi tocando, mas tem o meu respeito pelo trabalho que realiza em prol da comunidade brasileira, tendo em vista a carência de informações em nossa língua que nos são disponibilizadas.
    Sem perceber, cometeu alguns erros gramaticais em seu release, mas que não fere a sua imagem e já foram consertados, provavelmente.
    Realmente, vemos por aí muita mentira, auto-apreço e, sobretudo, muito assassinato da língua portuguesa e da ética, como um camarada que descreve em seu release "melhor dj de progressive house da região metropolitana de campinas". Não duvidando de suas técnicas, mas eu gostaria de saber quem o classificou dessa forma.
    De qualquer forma, sempre aprecio suas dicas e informações! Abraço!
    Sakyamuni

  6. Petrus Steil

    Segue o release que fiz mais ou menos por essa " regra". Críticas e sugestões são bem vindas :)

    Após se apresentar em diversas festas pelo sul brasileiro, Petrus Steil vem novamente a Porto Alegre para causar euforia e êxtase na (“nome da festa”).
    Sua linha expressiva de tech/funky/house music é a característica mais marcante de seu set. Mixagens precisas e presença de palco são o que torna seu set ainda mais atraente.
    Aluno de mixagem e produção musical da Academia Internacional de Música Eletrônica mais respeitada do país, a AIMEC e já formado em produção musical eletrônica pela escola 2600 Hz de São Paulo, Petrus Steil utiliza alta tecnologia em equipamentos de mixagem, muitos loops e mashups para proporcionar momentos memoráveis ao público

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *