iPhone e iPad

plastikman_canadian_design1

Ritchie Hawtin coloca novamente o ovo em pé – Aplicativo Synk para Iphone – A nova era dos DJs começou

Eu sempre considerei o DJ e produtor inglês radicado no Canadá, como um louco por tecnologia e competente dono de selo, mas nunca como realmente um precursor e difusor de novas ideias e conceitos. O meu ponto de vista começou a mudar no ano passado, quando o Ritchie lançou o aplicativo para o Traktor que permite […]

» Escrito por em 26.03.10.

Eu sempre considerei o DJ e produtor inglês radicado no Canadá, como um louco por tecnologia e competente dono de selo, mas nunca como realmente um precursor e difusor de novas ideias e conceitos.

O meu ponto de vista começou a mudar no ano passado, quando o Ritchie lançou o aplicativo para o Traktor que permite que ele faça updates direto no Twitter, com as informações das músicas que ele está  tocando ao vivo (Nome da Música e Artista).

Eu indico para quem quer conhecer mais sobre ele, a biografia em vídeo Slices – Pioneers Of Electronic Music – Vol. I – A Documentary Film About Richie Hawtin.

Sink para Iphone por Plastikman (Ritchie Hawtin)

Com o lançamento do Synk (aplicativo grátis para iPhone), ele da um grande passo para oferecer uma interatividade maior para o público nos seus shows.

Acredito que esse tipo de ferramenta, que pode ser copiada com uma certa facilidade – vou demonstrar como neste post, pode ser uma nova forma de assistir um show, tocar e apresentar vídeos.

O aplicativo de uma certa forma simplificou, e colocou na prática, muitas das ferramentas que eu previ no artigo: Realidade Aumentada para DJs/Live Pas/Bandas.

Como funciona o Synk:

O aplicativo foi desenvolvido em parceria com a empresa Hexler que faz o excelente e matador de Lemur – Touc Osc. O Synk é o companheiro perfeito para que for assistir (também funciona para que não esta vendo o show ao vivo) a tour mundial do Plastikman (codinome mais famoso do Ritchie Hawtin).

O Synk tem 4 funções distintas:

  • LOGIKAL

É um quebra cabeças com palavras, que o público resolve (acredito que deve ter várias respostas certas), usando a tela de touch-screen do Iphone, o resultado é colocado no telão.

Como você incorporar essa tecnologia no seu show:

Já fiz várias apresentações com uma interatividade similar, mas não tão complexa, no  meu projeto de áudio e vídeo, M.I.K.E A/V, neste caso o público, manda um Sms com textos para serem colocados no telão.

  • KAMERA

Essa é ótima!!!

Com essa função, o usuário tem no seu telefone, imagens exclusivas de uma perspectiva do artista (Ritchie Hawtin) – é a mesma ideia da câmera dentro de um cockpit de um carro de corrida.

Como você incorporar essa tecnologia no seu show:

É mais fácil que parece. Você só vai precisar um computador transmitindo imagens do palco via Justin.Tv, cada usuário vai precisar ter o aplicativo da web-tv instalado no iPhone, para assistir ao vivo.

O resultado vai ser parecido com esse:

  • SYNKOTIK

Esse é uma outra ótima sacada (acho que eles não erraram em nada), com o Synkotik cada iPhone se transforma em um pedaço de uma grande painel de led, sincronizado com a música.

O Synkotik é a versão moderna, do velho momento em shows, onde todo mundo levanta os isqueiros para o alto.

Como você incorporar essa tecnologia no seu show:

Pode ser uma alternativa da transmissão via Justin.Tv, que ao invés de captar as imagens de uma câmera, capta de imagens do desktop com um software de VJ funcionando.

No vídeo abaixo eu controlo o Ableton via iPhone, para recriar o SYNKOTIK, você estaria reproduzindo as imagens da tela rodando um software de VJ.

KONSOLE

Esse parece ser a mais difícil de reproduzir, além de enviar mensagens, neste modo (que fica ativado em toda a apresentação), os usuários tanto no clube ou em qualquer lugar do mundo, vão pode ouvir parte da performance ao vivo (eles recomendam usar headphone) e também podem criar sons e imagens que vão ser reproduzidos nos telões e sistema de som.

Imagine todo mundo levantando o telefone ou dando socos no ar (para ativar o acelerômetro do iPhone) com se fosse um instrumento, com som e imagens vão respodendo aos estímulos.

Como você incorporar essa tecnologia no seu show:

O próprio Touch Osc pode fazer isso, pois ele capta informações do acelerômetro (sensor de movimento do telefone) e também pode ser usado como interface Midi.

O começo da nova era dos DJs e Live Pas

Muitas dessas tecnologias podem soar um pouco avançadas e de difícil aplicação, mas com a velocidade que as redes de 3g estão alcançando, e a quantidade de iPhones no mercado, o show do “homem de plástico” tem tudo para ser uma experiência incrível e única.

Criei esse artigo como um guia para qualquer DJ/Live Pa/Coletivo/Banda possa usar em suas apresentações, quero convencer o Araujo, Mateus e Jim para usar algumas dessas ferramentas no Tribo Brazil.

O público no “centro” das atenções:

O fato é que cada vez mais a nossa cultura, tende a fazer que a própria atração seja o público (é o atual 15 segundos de fama), é por isso que Orkut, Myspace, Facebook, Twitter e outras mídias sociais fazem tanto sucesso.

Nas casas noturnas até agora as única forma de se fazer isso, era se tornando um DJ. Com o Synk o público vai ter o poder de controlar e interagir com áudio, imagens, luz e receber informações vindas do palco e de qual música está sendo tocada (isso valoriza os produtores musicais).

Synk para iPhone

O que você acha desse tipo de interatividade?



Deixe seu comentário

  1. Richie Hawtin, como sempre, revolucionario.

    Soh nao consigo visualizar dezenas de pessoas influenciando na musica. É mta gente mexendo nos loops…isso nao seria o decreto do caos sonoro?

  2. BAFOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOO!

  3. Trash Toniatti nem sabe o q é musica

  4. Eu acho que esse tipo de interatividade vai ser um dos diferenciais do dj-mesmo do dj-ator, dj-jogador-de-volei, dj-vocalista-de-banda-em-baixa… O que, na minha opinião, ajuda a responder o post sobre o desdobramento otimista, realista e pessimista do dj do futuro.

    O dj que quiser se aventurar nessas novas ondas vai precisar se especilizar, levar tempo e dedicação pra fazer e fazer bem feito. Coisa que eu acho que dj-celebridades não vão conseguir ou se predispor a fazer. (pelo menos eu torço).

    Eu com meu ofício das 8h as 17h, segunda a sexta, já não arriscaria pela falta de tempo hábil. (o que tbm responde a um post antigo sobre quais seriam os motivos que impedem a obtenção do sucesso… rssr)

  5. acho que os telefones vão somar os estímulos em apenas um parâmetro!!

  6. Parece uma idéia inedita mas preciso pesquisar… seria interessante.. mas mudando de papo… agua pro vinho… será que após o dj acabar de tocar e tal será que alguem do show consegue baixar as musicas que foram tocadas minutos depois do show.. como um pacote de mp3 gratuito ???? seria uma boa ideia hein… interaçao de down muito boa ??? ou algum felizardo manda um upload pro cara que ta tocando.. ae o cara tocava junto com o dj fazendo um live… por esse programa….sera que
    é possivel??? rs viajei mestre illan …a interatividade acho uma grande aproximacao.. artista..fãs..ou artista publico…

  7. Muito bom o texto. Essa era o "penhasco" que faltava. Pois o dj interagia com o publico mais o publico so dava o feedback dançando e vibrando. Agora temos palavras, temos vídeos e também interação musical.