Mercado

4628082043_6c23911cb0

Set mixado perfeito via Ableton, pode? – Workshop hoje com Ilan, Rafael Araujo e Mateus B. (18:30hs)

Quando eu comecei a tocar em 1999, passei 1 ano praticando antes de procurar uma balada para tocar, a minha ideia era de desenvolver muito bem a minha técnica antes de se aventurar no mercado de trabalho.

Naquela época comecei a gravar sets mixados, como eu não usava nenhum software de edição, o set para ficar bom não podia ter nenhum erro (ele era gravado em um take só em um Mini Disk) – lembro de algumas vezes repetir 40/50 vezes uma mesma seleção para chegar em um resultado satisfatório, esse tipo de pratica foi essencial para aprimorar a minha técnica de mixagem, o melhor de tudo é que de tanto treinar para fazer o CD, nas minhas apresentações eu conseguia repetir as mixagens similares (ou até melhores) ao vivo.

» Escrito por em 26.11.10.

Hoje eu vou ministrar dois workshops no Centro EuropeuAIMEC Curitiba com transmissão ao vivo via Twitcam.

O primeiro as 18:30hs vai ser sobre dicas de como os alunos que estão se formando, podem ter uma performance melhor no VIII Duelo Interno de DJs, que vai ter a sua primeira etapa na Vibe Red Concept no dia 10 de dezembro.

O segundo workshop  que eu também vou ministrar ao lado do Rafael Araujo e do Mateus B. tem o objetivo de demonstrar alguns exemplos, para provar por que o Ableton Live é uma ferramenta essencial para DJs que querem desenvolver a sua arte.

Conteúdo programático do Workshop: DJ Digital – Por que preciso do Ableton Live para ser feliz (Sexta-feira 26/11/10)

  • Como reedits, mash-ups e bootlegs tem revolucionado a música;
  • Como o Ableton Live facilita e agiliza a criação de reedits, mash-ups e bootlegs;
  • Com o Ableton Live pode ser usado para testar mixagens que depois podem ser feitas com cds;
  • Como o Ableton Live é a ferramenta ideal para criar sets mixados.

Eu vou falar sobre o último tópico, que é um assunto que faz muitos DJs puristas torcerem o nariz.

Set mixado perfeito no Ableton pode?

Quando eu comecei a tocar em 1999, passei 1 ano praticando antes de procurar uma balada para tocar, a minha ideia era de desenvolver  muito bem a minha técnica antes de se aventurar no mercado de trabalho.

Naquela época comecei a gravar sets mixados, como eu não usava nenhum software de edição, o set para ficar bom não podia ter nenhum erro (ele era gravado em um take só em um Mini Disk) – lembro de algumas vezes repetir 40/50 vezes uma mesma seleção para chegar em um resultado satisfatório, esse tipo de pratica foi essencial para aprimorar a minha técnica de mixagem, o melhor de tudo é que de tanto treinar para fazer o CD, nas minhas apresentações eu conseguia repetir as mixagens similares (ou até melhores) ao vivo.

Desde o começo da AIMEC um dos requisitos para aprovar o aluno, era dele entregar um set mixado – já ouvi boatos de alunos que pediram para outros fazerem o set. Nunca descobri exatamente se era verdade, mas no fim das contas sei que este aluno vai ser o maior prejudicado.

Quais são os problemas de “comprar um set” ou usar um software para fazer um set perfeito para você?

  • Uma boa propaganda acelera o fim de um produto que é ruim: o seu set mixado é perfeito e bem estruturado, mas ao vivo você erra todas as mixagens e não sabe controlarar a pista?;
  • Nervosismo: se você vendeu algo e sabe que não vai conseguir entregar, com certeza isso vai trazer muito nervosismo para a sua apresentação – se você calmo já está errando, imagina com centenas de pessoas olhando para você;
  • Uma vez fake sempre fake: se você mandou outra pessoa fazer o seu set mixado, por que não tocar com um Cd mixado na balada? Não é a mesma coisa?
  • Sem segunda chance: se você esvaziar a festa e atrapalhar o rendimento (com venda de bebidas) do evento, pode ter certeza que o contratante não vai te dar uma segunda chance.

Mesmo com tantos pontos negativos ainda acredito, que montar sets mixados no Ableton, são uma excelente ferramenta para estudar a criação de um set.

Com as técnicas que eu vou apresentar neste workshop vai ser possível:

  • Montar um set mixado perfeito (sem errar nenhuma batida/virada);
  • Montar um set com o arranjo perfeito (com re-edits de algumas músicas);
  • Mudar a ordem das músicas;
  • Colocar e/ou tirar músicas do set.

Neste vídeo antigo eu ensino em detalhes as técnicas que vão ser apresentadas hoje:

Aula Show Centro Europeu – AIMEC – Curso de Dj com Ableton – Set Mixado – Ilan Kriger from Groove Channel on Vimeo.

Quer saber mais sobre como montar um DJ set? Confere a coletânea: Como gravar, produzir, editar e passar um Dj set para mp3 no Ableton Live e iTunes

Você acha que o DJ pode comprar um set mixado?

Você acha que o DJ pode usar o Ableton Live para criar um set mixado perfeito?



Deixe seu comentário

  1. Belo assunto! Eu não tenho essa prática com o Ableton de fazer sets. É muito interessante para estudo de como as músicas vão encaixar, como serão feitas as viradas, mas ainda assim acho muito… artificial. Isso se estamos falando de automações de parâmetros é claro! Se a pessoa grava o set com alguma controladora, significa que ela vai utilizar o mesmo recurso quando for se apresentar, logo não haverá problema. Por outro lado, utilizar o Ableton para fazer o set perfeito e depois partir para o CDJs é muito diferente e nesse ponto eu discordo!

    Discordo não por não ser flexível com a tecnologia, ou coisa assim. Discordo porque o DJ se baseia em um tipo de mixagem, que no CDJ é quase impossível de se repetir! Sem contar que ele perde a prática de Beatmatching e não vai nunca entender como usar a equalização dos canais para seu benefício ao longo da track e não só para cortar um grave e abrir o outro.

    A pergunta quanto ao DJ poder ou não comprar set mixado.. Poder, pode. Não deve. Sempre haverão no mercado, e em qualquer mercado, bons e maus profissionais, sejam anti-éticos, sejam trapaceiros e isso equilibra e valoriza os que fazem a coisa com carinho, atenção e dedicação. Logo, sempre vai haver alguém que irá comprar o set mixado. Ou até mesmo, utilizar o set que fez no Ableton e deixar tocando num CDJ.

  2. Sinto mta dificuldade de Warpar PsyTrance… não fica perfeito… escuto o kick não ter aquele impacto em alguns compassos.

    mas… acho o ableton sensacional… eh mto abrangente e infinita as possibilidades… e outra coisa… vc cria um set com a sua cara… adiciona trilhas, controi brakes, e por ai vai…

    Illan… seu blog eh sensacional.. sem palavras.

  3. o warp não distinque estilos – teoricamente não é para ser mais difícil eu recomendo que você, marque o primeiro warp marker no primeiro kick e não na introdução.

    ilankriger
  4. Ilan, como se chama o programa que descobre o tom harmônico das musicas?

  5. Galera, eu penso assim:

    Se vc vai abrir uma pista vazia ou encerrar a noite, porque não usar um set pronto!?

    E durante a montagem/desmontagem de uma festa????

    Se vc fizer um ''live'' record, vai ficar bom, mas é impossível ficar 100% perfeitas as viradas, sempre vão ocorrer pequenas imperfeições….

    Quem mais escuta esses detalhes somos nós, vc já tocou a noite toda, pq não colocar um set pronto para aquela 6 duzia de bêbados e bater um papo com os amigos (conversar de dentro da cabine com o povo perto de vc????)

    Eu acho uma boa sim!

    Um abraço a todos!

    MarteloBR